Fique por dentro
 

Sua paróquia ainda recebe o Dízimo apenas em dinheiro? Se sim, você precisa ler este artigo!

Você sabia que a diversificação no recebimento de Dízimo da sua paróquia pode trazer mais acessibilidade e agilidade a todos? Neste artigo do blog, nós explicamos como isso é possível!

Dízimo

19.10.2020 | 6 minutos de leitura

Sua paróquia ainda recebe o Dízimo apenas em dinheiro? Se sim, você precisa ler este artigo!


Estou dirigindo meu carro na rodovia, voltando de uma cidade vizinha. Coisa de rotina, pois estou bem acostumada a fazer este trecho sozinha. De repente, percebo que um pneu furou. Parando o carro para dar uma averiguada, vejo que o pneu ainda não está totalmente vazio. Lembro que, em aproximadamente 3km, tem uma pequena borracharia na beira da estrada. Então, penso: “acho que dá pra chegar até lá”. Enquanto dirijo até a borracharia com certa cautela, lembro que não tenho nenhuma cédula de dinheiro na carteira, porque a fila do banco estava muito extensa e acabei não conseguindo sacar. E agora? O que vou fazer lá na borracharia? 
 
Quer saber o que aconteceu na borracharia? No fim deste artigo, você descobre. Acompanhe a leitura!

Diversificar as opções de pagamento é preciso

Você sabia que a diversificação da modalidade de recebimento do Dízimo na sua paróquia pode trazer mais acessibilidade e agilidade a todos? Isso mesmo! Além disso, oferecer mais opções aos paroquianos para, de maneira fácil e ágil, fazer suas contribuições, contribui para o próprio crescimento em doações.
 
Os recursos da modernização vieram para somar e inovar, e já não são mais uma questão de escolha, mas uma necessidade quando pensamos em atender bem. Afinal, acolher, amar e preocupar-se com a necessidade do outro também passa por entender quais suas dificuldades em todos os aspectos, até no ato de receber dinheiro.
 
Atualmente, temos muitos métodos que favorecem, facilitam e flexibilizam as transações financeiras. Aceitar cartões de débito e crédito pode ser muito benéfico para a sua instituição e também para seus paroquianos. Veja alguns benefícios: 
 
Segurança

Confiamos em Deus e sabemos que Ele olha por nós, porém, temos o dever de nos atentar sobre nossa segurança. Por isso, quanto menos transações com dinheiro em espécie, menores serão também os riscos para casos de perda ou roubo. Com o uso do cartão, basta bloqueá-lo e tudo estará resolvido. Também para quem recebe os valores, ficar com quantias em dinheiro, por mais que sejam pequenas, oferece risco. Você sabia que existem paróquias atualmente que incentivam o recebimento em cartões justamente por causa deste aspecto?
 
Saúde

Certamente, você sabe que as cédulas são potenciais transmissores de vírus e bactérias pelo formato como as utilizamos, passando de mão em mão. Depois da pandemia da COVID-19, cada vez mais as pessoas estarão preocupadas com esse aspecto, então reduzir ao máximo a exigência de que elas sejam obrigadas a trabalhar com dinheiro, ajuda a cuidar do bem mais precioso de seus paroquianos: a vida.
 
Organização Financeira

Atualmente, muitas pessoas organizam todo seu orçamento familiar utilizando a ferramenta do cartão de crédito. Existem aplicativos que leem todas as despesas do cartão e mostram um demonstrativo de quanto a pessoa gasta em cada área da sua vida, possibilitando assim uma melhor gestão e organização financeira. Quem utiliza o cartão de crédito para fazer a sua contribuição do Dízimo, já organiza o  vencimento do cartão que coincide com a data em que recebe seu salário. Desta forma, essa opção deixa de ser uma forma de financiamento para uma oportunidade de organização financeira das famílias.
 
Conveniência e agilidade 

Além de não precisar carregar dinheiro na carteira, o cartão cumpre o mesmo papel da cédula, só que de uma forma ágil e moderna, eliminando a tarefa de precisar ir até o caixa do banco para sacar dinheiro em espécie. A grande maioria da população atualmente recebe seus proventos diretamente na conta bancária e, através de aplicativos dos bancos também pagam suas despesas, fazem transferências etc. O tempo das pessoas é muito escasso, então oferecendo essa modalidade, estamos fazendo algo de bem por elas: poupando seu tempo.
 
Ter dinheiro \"vivo\" na carteira é uma realidade que está ficando cada vez mais escassa, dada à facilidade de realizar operações financeiras, transferir valores e pagar contas via celular. Tudo foi modificado com a chegada desses pequenos equipamentos que, antigamente, serviam apenas para realizar ligações. Hoje, é possível, além de falar com outras pessoas, estudar em qualquer hora e lugar, enviar e-mails, pedir comida, pesquisar rotas, ouvir música, administrar contas etc.
 
Compromisso

Quando um dizimista assume em seu coração o compromisso com o Dízimo, ele estipula um valor que gostaria de partilhar mensalmente. Se em algum mês, por motivo de não ter dinheiro na carteira, ele não consegue cumprir com a responsabilidade que ele mesmo assumiu, isso pode causar uma certa frustração. Antes da modernização, havia apenas o jeito tradicional de ofertar e receber. Agora, a tecnologia veio para transformar essa experiência, permitindo às paróquias uma grande variedade de possibilidades para oferecer aos seus dizimistas. Confira alguns deles:

 App SouDizimista

O app SouDizimista é um aplicativo voltado para facilitar a realização da contribuição do Dízimo, que possibilita a efetivação das doações de qualquer lugar e hora. Com ele, você pode se conectar com a sua igreja, qualquer paróquia do Brasil, de um modo seguro e inovador. Basta se registrar e selecionar a comunidade que deseja contribuir. Para saber mais, clique aqui

Maquininha DízimoFiel

A solução DízimoFiel é uma maquininha de cartão, só que muito mais do que isso, ela também possibilita o registro de Dízimos, ofertas em dinheiro, cartão de débito e crédito, integração com sistema de gestão e diversos relatórios. Nela, cada dizimista pode ter seu cartão ou chaveiro personalizado para a igreja e utilizá-lo como identificador pessoal na contribuição do Dízimo. Basta aproximá-lo à maquininha e o fiel é automaticamente reconhecido. Os valores registrados via maquininha são lançados direto para o histórico da pessoa, interligado ao sistema de gestão da sua paróquia. É rápido, fácil, prático e seguro! Clique aqui e veja mais detalhes! 

DízimoFiel On-line
Alguém ligou na secretaria paroquial dizendo que quer contribuir com o Dízimo de casa. O que fazer? Você pode enviar um link de pagamento ou um QR Code para essa pessoa. Ambos podem ser colocados também nas lives de missas e nas redes sociais. Hoje, as pessoas estão em casa e, como forma de continuarem firmes em sua fé, esperam que as paróquias estejam abertas à tecnologia.  Clique aqui e veja mais detalhes sobre essa solução inovadora! 

Ah, e como prometido, antes de encerrar o artigo, aí vai o desfecho da história: lá na borracharia, para minha tranquilidade, aceitavam cartão. Ufa! 
 
Adaptar-se à modernização e à tecnologia é, hoje, essencial para a vida e plenitude da Igreja.  O Dízimo é uma forma de gratidão e possui suma importância para manter de pé o trabalho de evangelização das paróquias, permitindo-as oferecer uma administração de qualidade, além de estrutura e preparo para amparar e acolher pessoas necessitadas. Você, que está lendo este texto, pode ser o agente de mudança. 

Que tal fazer a diferença na sua paróquia? Acesse servofiel.com.br e saiba mais!

Leia também: 6 benefícios do App SouDizimista que vão ajudar muito você e sua paróquia

Do mesmo autor
Mais em Dízimo
Veja todos
 
 
 
 
 
X
Você será atendido por um especialista.

Para agilizar o andamento, preencha os seus dados abaixo.