Fique por dentro
 

Dicas para uma campanha de construção na paróquia

Realizar uma boa campanha de construção na paróquia exige passos bem importantes. A ServoFiel, por ser parceira nesses momentos, trouxe algumas dicas. Leia a seguir!

Igreja

20.05.2021 | 8 minutos de leitura

Dicas para uma campanha de construção na paróquia

Devemos reconhecer que, em nossos lares, com o passar do tempo, surgem novas necessidades, pelo tempo e também, pelo modo como se vive. A partir dessas necessidades, nós começamos a fazer reparos na estrutura, realizar mudanças, para que o nosso lar fique sempre mais confortável e se adeque ao que precisamos.

Assim também se faz necessário na casa de Deus, na Igreja. Precisamos, em certos momentos, adequá-la estruturalmente para que fique de acordo com novas normas de segurança, para que possa estar apta para receber mais fiéis, e até mesmo para que dê mais conforto a todos.

Realizar tais reformas exige da paróquia uma segurança financeira para iniciar e concluir as obras, contemplando os possíveis imprevistos do caminho. Diante disso, uma boa campanha de construção pode impulsionar a paróquia a arrecadar os fundos necessários para custear a obra. 

Mas, como realizar uma campanha de construção que consiga engajar a comunidade? É preciso que a comunicação seja eficaz, para que, além de engajar, consiga ser atingida a meta necessária para a realização do projeto.

Separamos algumas dicas para você, através deste blogpost, para ajudar a sua paróquia a realizar uma campanha de construção na sua paróquia. Confira abaixo. Boa leitura!


#Trace uma estratégia


Para iniciar uma boa campanha, é preciso que ela tenha uma boa estratégia, que contemple todas as necessidades, 
que identifique o modo que será conduzido o projeto, seus valores de materiais, logística, mão-de-obra, entre outros, para que possa ter uma boa base em cima da realidade. Lançar uma campanha com uma meta clara de valores bem descritos é essencial para levar transparência às pessoas desde o pontapé inicial.

#Seja transparente

Após ter elaborado o projeto, entendido e criado os objetivos, com uma estratégia traçada, seja expressado então para os fiéis as metas e objetivos para esta campanha. Nestas situações, é muito interessante que busquemos ser muito transparentes em relação a tudo: as necessidades desta obra, o projeto e o caminho pensados para realização de cada etapa, e depois disso, falemos com clareza sobre as metas financeiras. 

Quando falamos de metas financeiras,  podemos e devemos falar dos detalhes, o valor montante para que a obra seja realizada, o tempo previsto para a sua realização, com a data de início e o desenho do percurso estimado, entregando aos fiéis uma meta a ser cumprida.

Durante toda a campanha, é necessário dar retorno de como está o andamento do projeto, em qual fase da obra se encontra e como está todo o processo. Cada fiel, contribuinte desta obra, quer saber como está o andamento, pois todos fazem parte do projeto. Quando somos transparentes e realizamos este acompanhamento, conseguimos gerar ainda mais confiança para aqueles que estão contribuindo mensalmente.

#Tenha uma boa equipe


Por trás de toda campanha, sempre é muito importante que tenhamos uma boa equipe. Afinal, sozinho nada se constrói, é preciso que mais pessoas estejam envolvidas para que a construção realmente aconteça. Aqui, não estamos falando apenas de uma boa equipe de profissionais, como pedreiros, marceneiros etc. Eles são essenciais para uma obra, mas além deles, necessitamos de uma boa equipe de voluntários que conheçam a paróquia.

Trouxemos aqui alguns setores para serem criados conforme for identificada a necessidade dentro da campanha. Isso facilitará até mesmo na hora da escolha de nomes para estes trabalhos, afinal, com perfis adequados em cada área, teremos um resultado muito mais positivo.

Conforme a necessidade, faça times:

Para organização: aqui não são necessários muitos. Sugerimos 3 pessoas, ou ainda 3 casais, que serão responsáveis pela linha de frente da campanha. Importante também que o pároco esteja nesta equipe. Serão responsáveis por planejar e conduzir as reuniões com os demais, estipular em conjunto com os demais líderes as metas e traçar as estratégias;
Para divulgação: este time ficará responsável por divulgar a campanha de todos os modos, e também colher os feedbacks  dos fiéis. Aqui é importante observar as habilidades com redes sociais, comunicação em público, criação de artes e outras necessárias para atingir o objetivo de deixar a campanha bem esclarecida aos paroquianos. Quanto às redes sociais, é muito importante ter ao menos uma pessoa para gerenciar o posicionamento dessas plataformas, com um conteúdo pensado exclusivamente para promover a campanha;
Para organizar, controlar e realizar a arrecadação: essa equipe será responsável por pensar em ferramentas e estratégias que visem facilitar ao máximo aos paroquianos para poderem fazer a sua doação para a campanha. Montar um plantão junto ao plantão do Dízimo por exemplo, ou ainda somar com os colegas da Pastoral do Dízimo são possibilidades. Pensar em formatos diferentes de arrecadação online, tudo isso vai ficar com a equipe de arrecadação. Para isso, é possível contar com as ferramentas da ServoFiel. Clique aqui e fale com um de nossos especialistas para ajudar nessa missão.
Para mão na massa: um time de qualidade para a construção é essencial, assim como um supervisor qualificado para isso, a fim de que nenhum trabalho precise ser refeito.

Não esqueça que nenhum deles demanda muitas pessoas, exceto o time de construção, que dependendo do tamanho da obra, necessitará de uma maior quantidade. Mas, exceto eles, as outras equipes podem conter poucas pessoas, com perfis selecionados para a sua função, minimizando a chance de erros ou confusões.

#Traga facilidades


Para uma campanha de sucesso, facilidade é uma necessidade. Já estamos cansados de ouvir e ver que, diante das contribuições de campanha com carnê, muitas pessoas acabam passando meses sem realizar sua doação por conta de esquecimento, por exemplo. A correria realmente nos faz esquecer do carnê, ou então, esquecer do dinheiro. Muitas vezes, nem andamos com dinheiro, precisamos sacar este valor e, para muitos, isso é um contratempo e acaba sendo deixado para depois, caindo no esquecimento.

Diante de toda essa realidade, já vimos que é realmente uma necessidade para o sucesso de nossa campanha a utilização de facilidades para o fiel que contribuirá com a construção. Afinal, através de sua doação é que a obra acontecerá, de fato. 

Nós, da ServoFiel Tecnologia, temos um leque de possibilidades para você que deseja implementar facilidades para a campanha de construção da sua paróquia, desde máquina de cartão a formatos de pagamento online. Nós queremos estar junto com você, realizando esta campanha de muito sucesso. 

Em nosso site, você tem acesso a cada uma de nossas possibilidades, e também encontra nosso contato para falar conosco e tirar suas dúvidas.

Conheça o SouDizimista

Conheça a DízimoFiel

Conheça a DízimoFiel Online

Não deixe que a falta de facilidades impeça sua campanha de construção de ir mais longe, alcançar mais pessoas e, acima de tudo, concluir com maestria a obra, para que a casa de Deus fique cada vez mais bonita e aconchegante para os fiéis. 

Leia tambémO APP SouDizimista é a chave para melhorar sua paróquia

#Utilize as redes sociais


As redes sociais são grandes aliadas do sucesso de uma boa campanha. Nelas, temos a possibilidade de engajar o público para trazer maior resultado em números de pessoas que irão aderir a campanha, pois nas redes sociais nada se torna invisível, mas sim, tudo torna-se acessível.

Para tudo isso acontecer, nossa dica é que você utilize das próprias redes sociais de sua paróquia, sem a necessidade de criar novos perfis para a campanha. Afinal, na página de sua paróquia você já possui um público que acompanha fielmente suas postagens e ajudará na hora da divulgação.

De modo prático, queremos disponibilizar um passo a passo para você criar um bom fluxo de engajamento em relação à campanha de construção, sem tirar o espaço das outras atividades e postagens da paróquia.

Escolha um dia da semana para realizar as postagens no feed da paróquia, por exemplo: quarta-feira. Assim, toda quarta-feira, enquanto durar a campanha, você postará no feed de sua paróquia imagens para o quadro "Por dentro da obra" (um exemplo);
Para postar no dia da semana escolhido, a ideia aqui é que vocês utilizem essas postagens para realizar o acompanhamento da evolução da construção;
Tenha boas imagens da construção, sendo elas retiradas na respectiva semana, para que seja um real e atual acompanhamento;
Ao postar as imagens no dia da semana escolhido, não esqueça de criar uma boa legenda para sua postagem e, junto, anexar as formas de participação desta campanha, para que mais pessoas possam unir-se e tornar-se parte do projeto;
Lembre de sempre inserir nas postagens uma chamada para aqueles que querem contribuir, deixando muito claro e simples uma forma online de realizar tal doação.

Leia também: Guia para as paróquias nas redes sociais


São esses acompanhamentos que, quando bem feitos, trarão grandes resultados para a sua campanha, pois nas redes sociais estão presentes as possibilidades de novas pessoas para a participação, mas também aqueles que já contribuem, vendo os resultados semanais, não irão se esquecer de manter a fidelidade. 

Mas claro, o que trouxemos aqui são dicas que podem ajudar, as quais colhemos observando como as paróquias com sucesso em suas campanhas fazem. Na sua, também pode haver ideias e iniciativas que podem ajudar católicos em todo o país. Compartilhe aqui nos comentários! Vamos fortalecer a unidade em nossa Igreja!

Você sabia que a ServoFiel disponibiliza diversos materiais gratuitos e de qualidade para a sua paróquia? Acesse aqui e confira! 

Do mesmo autor
Mais em Igreja
Veja todos
 
 
 
Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa política de privacidade.
ACEITAR E CONTINUAR
 
 
X
Você será atendido por um especialista.

Para agilizar o andamento, preencha os seus dados abaixo.